A história do menino que morreu após ter ingerido achocolatado é verdadeira

E-mail Imprimir PDF

menino achocolatado

Um laudo divulgado pela Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) do Mato Grosso apontou que o menino de 2 anos morto após beber um achocolatado foi vítima de envenenamento. Exames identificaram a presença de um defensivo agrícola na bebida e no material coletado do estômago da criança. Dois homens foram presos suspeitos de envolvimento no crime nesta quinta-feira (1).
Foi possível localizar em todas as embalagens de duas marcas diferentes o pesticida, que também é usado pela população para matar ratos ”, explicou o delegado Eduardo Botelho, da Deddica. A criança morreu no dia 25 de agosto, cerca de uma hora depois de ingerir a bebida na casa onde morava com a família, no Bairro Parque Cuiabá, na capital do estado.
A Itambé, fabricante do produto, informou em nota que, com a prisão dos dois suspeitos, ficou esclarecido que o produto não estava contaminado. Segundo a Polícia Civil, o veneno foi injetado na bebida por Adônis José Negri, 61 anos, como forma de tentar se vingar de Deul de Rezende Soares, de 27 anos - que segundo a polícia, furtava comércios e casas na região. Adônis deve responder por crime de homicídio qualificado pelo emprego de veneno e por tentativa de homicídio. Já Deuel deve ser autuado por furto qualificado por arrombamento.
Ainda segundo a polícia, caso seja confirmado que o pai da criança sabia da origem ilícita dos produtos, ele responderá por receptação. De acordo com o laudo, Adônis teria injetado o veneno com um material pontiagudo, semelhante a uma seringa. “Ele sabia o que estava fazendo. Todos os furos seguem um padrão e foram feitos na dobradura da embalagem para não ser percebido”, afirmou o delegado. Em depoimento, Adônis confirmou que envenenou as embalagens de duas marcas de achocolatado e as guardou na geladeira. Ele alegou que queria matar ratos em sua casa. “A ideia era se vingar, mas ele contava que o autor do furto ingerisse a bebida e não outra pessoa ”, disse Botelho.
A mãe de Rhayron disse que a família passava por dificuldades financeiras e que já havia comprados outros alimentos de Deuel, que é amigo da família. (leia mais aqui)

 

Adicionar comentário

O seu comentário será publicado na postagem referida, caso não tenha nenhum tipo de ofensa e será liberado após verificação pelo administrador do site Manchete.


Código de segurança
Atualizar

FACEBOOK

UNIFAMMA

unifamma

VIAPAR FAZ

Tudo Novo !

expresso maringá
Clique na foto e veja o video

Diversão

DO YOU REMEMBER?
RPM - Alvorada Voraz (1986)   Dim lights ...
O professor de biologia resolve fazer uma prova oral. Chama a aluna: – Existe uma parte do corpo do homem que pode se ...

Pan News Jovem Pan 101.3FM

JOVEM PAN

Mundo Rural

claudio coelho

WHATSAPP MANCHETE

whatsapp

ESTETICA ACADEMIA

estética

Estância Tamarana

estancia tamarana 2015
Pousada Rural
(43) 3398-1681

TWITTER MANCHETE

RSS MANCHETE

rss

PARCEIROS

LINKS :

rigon
anderson lopez
messias mendes

andre almenara folha

edson lima

tabajara

jp

flavio psicologo
antonio marcos

roque
radar maringa
gilmar oséias
BLOG DO CARLÃO MARINGÁ

LUCAS CABRAL
CARLOS OHARA
BLOG LEANDRO OLIVEIRA
BORRAZÓPOLIS NOTÍCIAS
BLOG DO MOCHI
MARINGÁ DA DEPRÊ

BLOG DO ZEQUINHA

FOLHA DE MARINGÁ
FOLHA APUCARANA
FOLHA REGIONAL DE CIANORTE
LAURO BARBOSA
MANDAGUARI ON LINE

BLOG PAIÇANDU AVANTE

PARANA NOTICIAS
PORTAL CGN
BLOG ROBY NEWS
PAICANDU NOTICIAS

BLOG DO MARCINHO PINHEIRO
RADAR DA NOTÍCIA

RUBENS SILVA/MANDAGUARI
PORTAL AGORA

Diversão

DO YOU REMEMBER?
RPM - Alvorada Voraz (1986)   Dim lights ...
O professor de biologia resolve fazer uma prova oral. Chama a aluna: – Existe uma parte do corpo do homem que pode se ...