Julho 2013

Alerta 190

Midia
Sáb, 20 de Julho de 2013

O programa Alerta 190 estreia na programação da RTV, canal 10, neste dia 22, de segunda a sexta a partir das 22h
Dim lights

PDF
Imprimir

Niver

Social
Sáb, 20 de Julho de 2013

Aniversariando neste sábado

 

 

 

Luan Leonardo Silva

 

 

 

Leandro da Silva Oliveira

 

 

Nossos parabéns a todos os aniversariantes de hoje !

PDF
Imprimir

Maringá poderá pagar o maior mico político do ano

Política
Sáb, 20 de Julho de 2013

Na quarta-feira (17), o blog do Esmael Morais registrou que o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), assinou protocolo para instalação de fábrica de helicópteros e aviões no município de Maringá; também lembrou que o tucano gosta como ninguém desse tipo de “brinquedinho” caro e que teria oportunidade de cumprir promessa de campanha, em 2010, para transportar doentes do interior até a capital com as aeronaves.
Entretanto, Richa pode ter sido vítima de uma grande fraude internacional. Leia a investigação de Heraldo Gomes Alesco Neto:
AvioInternational – Uma fraude!
A notícia de que uma empresa Suíça irá fabricar 600 helicópteros por ano no Paraná impressiona. À primeira vista parece ser um grande negócio, mas um pouco de dúvida nos faz achar que se trata de um negócio da China, ou ainda, uma fraude. A indústria da aviação civil não é esse paraíso que a empresa pintou aqui no Paraná.
Desde que me conheço por gente e trabalho com isso, nunca ouvi falar nesses números que essa empresa aponta. Conforme matéria divulgada na Folha de São Paulo, em São Paulo temos a 2ª maior frota de Helicópteros do mundo, ficando atrás apenas de NY, com 420 aeronaves registradas. Como uma empresa irá fabricar em um ano 600 unidades? Que capacidade de produção é essa? Para qual mercado?
Como poderão ver nesse artigo do “Asa Rotativa”, que reúne informações do setor, dá para visualizar um panorama do mercado de helicópteros no mundo. Em momento algum você vai encontrar números como o que essa empresa promete fabricar, quanto menos alguma informação sobre a própria empresa, a AVIO INTERNATIONAL.
A única fábrica de helicópteros operando no Brasil é a HELIBRAS, parceira mundial da EUROCOPTER, que nos seus mais de 35 anos de operação no Brasil, produziram apenas 464 helicópteros Esquilo. Como uma indústria Suíça que ninguém conhece será capaz de fabricar 600 unidades em 01 ano? Independente do modelo proposto pela empresa, isso é impossível. Se analisarmos brevemente o site da AVIO INTERNATIONAL, percebemos que trata-se de um site pronto, sem nenhum tipo de segurança, um site muito simples para uma indústria aeronáutica. Um site sem informações e dados concretos que passem credibilidades.
Se eu fosse comprar uma aeronave, uma simples consulta iria me fazer desistir dessa marca (caso ela fosse uma fábrica de verdade). O site disponibiliza 03 modelos que de longe se parecem com aeronaves de verdade. Mais parecem protótipos ou algum tipo de experimental, nada parecido com uma aeronave comercial.
Outra análise simples de se fazer é avaliar os sites das principais fabricantes do setor: Eurocopter, Agusta. A diferença é gritante. No site Villa Cidro tem uma reportagem relatando um pouco da atuação do presidente da AVIO INTERNATIONAL, Luigino Fiocco, relatando uma fraude que o empresário teria cometido usando esse mesmo esquema, envolvendo fábricas de aeronaves.
Outras informações sobre possíveis fraudes cometidas por Fiocco estão espalhados por blogs na Europa e mais notícias sobre uma possível fraude envolvendo Fiocco.
Fiocco já foi condenado por uma série de fraudes envolvendo a empresa AVIOTECH, incluindo uma empresa fantasma chamada AVIOBRASIL, que nunca produziu uma aeronave sequer.
Luigino Fiocco se diz inventor e mantém uma página na internet muito caseira com um contato do “Yahoo” e do “Skype”. Esse é o primeiro presidente de indústria aeronáutica que disponibiliza na internet um perfil caseiro e um contato em conta de e-mail pública.
No site da empresa, no campo contato, você encontrará também um e-mail “Yahoo” para contato e o endereço de uma região de Lugano, de pouco mais de 3 mil habitantes. Não se encontrará mais informações disponíveis, principalmente histórico da empresa e sócios.
Uma série de fatos que precisam ser apurados por qualquer governo sério antes de assinar acordos, protocolos e benefícios e isenções fiscais.
A prefeitura de Maringá, através do trabalho do ex-deputado Ricardo Barros (PP) já está disponibilizando um terreno para a implantação dessa empresa, mas qual empresa? Essa fantasma? Qualquer piloto ou profissional de aviação sabe que essa empresa e seus projetos são uma fraude.

PDF
Imprimir

Surpresa na TV

Cotidiano
Sáb, 20 de Julho de 2013

PDF
Imprimir

Ficha Limpa é condição no legislativo maringaense

Trabalho
Sex, 19 de Julho de 2013

Até o dia 31 de Julho, os servidores ocupantes de cargos em comissão e funções gratificadas, na Câmara Municipal de Maringá, deverão provar seu enquadramento no `Ficha Limpa Municipal´.
Por meio de certidões negativas dos cartórios da Justiça Eleitoral, Estadual e Federal, eles poderão garantir a inexistência de condenação em algumas das situações previstas nos artigos 1º e 3º, da lei complementar 1395/2013.
As certidões deverão ser entregues, mediante protocolo, na Divisão Administração, Recursos Humanos e Licitações até a data prevista. Casos excepcionais serão analisados, individualmente, pela presidência, em conjunto com a chefia e a procuradoria jurídica.

PDF
Imprimir

Fábrica de aviões em Maringá irrita empresários londrinenses

Economia
Sex, 19 de Julho de 2013

Lideranças afirmam que secretário Ricardo Barros privilegiou sua cidade como sede do novo investimento

O protocolo de intenções para instalação de uma fábrica de aeronaves em Maringá, assinado pelo governador Beto Richa (PSDB) na última quarta-feira, irritou empresários londrinenses.
Eles criticam o processo de negociação com o grupo suíço Avio Internacional, conduzido pela Secretaria da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul (Seim), cujo titular é o maringaense Ricardo Barros.
Para empresários ouvidos pela FOLHA, o secretário "escondeu" as negociações de forma a privilegiar sua cidade. "O Ricardo Barros, como de costume, atravessou tudo. Como secretário de Estado ele tinha obrigação de mostrar aos investidores outras opções, como Londrina", afirma um empresário que não quis se identificar. "Fomos pegos de surpresa e estamos revoltados", complementa.
Para outra liderança empresarial, Barros contrariou até outros secretários e o governador na negociação com os suíços. "Enquanto ele for secretário, Londrina vai ficar a ver navios. No governo, tem secretário que brinca dizendo que a Seim é a Secretaria da Indústria e Comércio de Maringá ", declara. Ontem, o presidente da Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil), Flávio Balan, e o presidente do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel), Bruno Veronesi, estiveram em Curitiba para discutir investimentos com o secretário do Planejamento e Coordenação Geral, Cássio Taniguchi. Ambos foram cautelosos ao comentar as negociações para a instalação da fábrica em Maringá.
"Ficamos surpresos, gostaríamos que Londrina tivesse participado como candidata a receber o investimento", afirma Balan. Questionado se considera incorreta a postura de Ricardo Barros, ele contemporiza. "Não é essa a questão. Maringá foi mais inteligente ao usar em seu benefício o fato de ser a cidade do secretário", avalia.
Veronesi diz que a Prefeitura de Londrina não sabia que o governo do Estado estava "prospectando" o investimento suíço. "Esta informação ficou restrita à Secretaria da Indústria e Comércio. Só ficamos sabendo dois dias antes (da assinatura do protocolo de intenções)", declara o presidente da Codel.
Para ele, Barros deveria ter "consultado Londrina" sobre a possibilidade de receber a fábrica.

Outro lado
"Não tem nada a ver", afirma o secretário Barros a respeito das reclamações dos empresários londrinenses. Segundo ele, Maringá foi escolhida pelo grupo suíço por ter uma "cidade industrial com 3 milhões de metros quadrados" ao lado do aeroporto. "E o aeroporto de Maringá é de gestão municipal, ao contrário do de Londrina que é da Infraero", declara.
Segundo Barros, a fábrica irá utilizar parte da pista do aeroporto para testar aviões e helicópteros. "A Infraero não permitiria isso num aeroporto sob sua responsabilidade", justifica. Ele ressalta que este fato já irá reduzir de 70 mil para 50 mil metros quadrados a necessidade de área construída pela indústria, o que torna a área de Maringá imbatível na concorrência.
"Londrina não tem por que reclamar pois já tem o secretário mais forte do governo", diz Barros, se referindo ao secretário da Fazenda, Luiz Carlos Hauly. "Ninguém privilegia ninguém no governo. Maringá tem enfrentado os mesmos problemas que Londrina para atrair investimento, que é a questão da infraestrutura", afirma Hauly.
Segundo o secretário da Fazenda, a negociação com os empresários suíços não passou por sua pasta e Maringá levou vantagem por ter o aeroporto anexo ao parque industrial. "Como londrinense, não vejo que as reclamações procedem", declara. (inf Folha Web)

PDF
Imprimir

Por condições de trabalho e valorização

Trabalho
Sex, 19 de Julho de 2013

Via blog do Rigon;

O blog das cooperativas de reciclagem de Maringá informa que ontem foi realizado um protesto por melhores condições de trabalho e valorização.
“Com mais de 10 anos de existência, a coleta seletiva e a reciclagem dos resíduos sólidos não tem avançado no município, que optou por trazer à sociedade diversas propostas de soluções, no entanto, nenhuma delas teve viabilidade, como em 2006, quando promoveu uma seleção de tecnologia na proposta da Biopuster, oriunda da Áustria, mas que logo teve o seu fracasso em Maringá, além do outro recente fracasso da incineração, que estão no rol das “milagrosas e milionárias soluções” trazidas pela administração em conluio com a chamada “Máfia do Lixo”.

PDF
Imprimir

Trouxa tem em todo lugar

Humor
Sex, 19 de Julho de 2013

PDF
Imprimir

Prefeitura anuncia coleta reciclável pública e contratação de cooperativas

Serviço Público
Sex, 19 de Julho de 2013

Quatro secretários municipais se reuniram nesta quinta-feira (18) com representantes de cooperativas de materiais recicláveis de Maringá, respondendo a um manifesto organizado por eles com a participação de representantes do Fórum Lixo e Cidadania.
Eles entregaram uma carta de reivindicações para a Prefeitura solicitando melhores condições de trabalho, reformas nos barracões, caminhões e equipamentos para a coleta.
Participaram da reunião o coordenador do Programa Pró-cidades, Leopoldo Fiewski, o secretário de Meio Ambiente, Umberto Crispim, o secretário de Serviços Públicos, Vagner Mússio, o procurador do Município, Luiz Carlos Manzatto, o presidente da Câmara de Vereadores, Ulisses Maia e representantes das cooperativas.
Leopoldo Fiewski recebeu as solicitações e falou representando o prefeito Roberto Pupin. “A Prefeitura vai trabalhar de acordo com a legislação. É uma ordem do prefeito contratar as cooperativas que estiverem com a documentação em dia. A coleta de material reciclável será pública e vamos precisar das cooperativas que estiverem regulamentadas para trabalhar conosco”, anunciou.
Duas cooperativas de materiais recicláveis mantém contratos atualmente com a Prefeitura de Maringá, já que a legislação federal prevê dispensa de licitação para este tipo de parceria.
A iniciativa faz parte da Política Municipal de Resíduos Sólidos que pretende incluir outras entidades nessa parceria. De acordo com o contrato de prestação de serviços, a Prefeitura disponibiliza para a execução dos trabalhos um caminhão para a coleta e recurso financeiro.
O presidente da Câmara de Vereadores, Ulisses Maia, disse que os vereadores visitaram as cooperativas este ano e fizeram uma audiência pública com o Fórum Lixo e Cidadania. “Colocamos a casa à disposição das cooperativas para ajudá-los no que for necessário, inclusive dando auxílio para que vocês consigam regularizar a documentação ”, disse.

PDF
Imprimir

Jornal afirma ida de Osmar Dias para o PMDB

Política
Sex, 19 de Julho de 2013

O jornal O Globo veiculou o que pode ser apontado como um factóide político em uma de suas colunas, garantindo que o ex-senador Osmar Dias, que é presidente licenciado do PDT paranaense, teria resolvido abandonar o trabalhismo de Leonel Brizola, conforme reproduzimos a seguir:
"REUNINDO FORÇAS - O vice-presidente de Agronegócios do Banco do Brasil, Osmar Dias, que foi senador pelo PDT, está deixando o trabalhismo. Ele está negociando seu ingresso no PMDB. As conversas fluem com o deputado João Arruda (PR), o presidente nacional do PMDB, senador Valdir Raupp (RO), e com o vice-presidente da República, Michel Temer. Osmar seria candidato ao governo do Paraná".
Trata-se de nota sem qualquer fundamento, não contendo sequer uma declaração das lideranças citadas. Não que seja impossível ocorrer conversas ou até especulações, isto faz parte do processo democrático, mas para noticiar algo como fato consumado é preciso mais do que a imaginação da editoria. Osmar deve disputar o Senado em 2014, preferencialmente, isto sim é fato digno de nota porque resultou de amplo debate e resolução partidária envolvendo os 27 dirigentes do PDT, há poucas semanas, presentes Carlos Lupi, Gustavo Fruet e Osmar Dias, entre outros. (inf ass imp PDT)

PDF
Imprimir
Página 8 de 23

FACEBOOK

UNIFAMMA

unifamma

VIAPAR FAZ

Tudo Novo !

expresso maringá
Clique na foto e veja o video

Diversão

DO YOU REMEMBER?
RPM - Alvorada Voraz (1986)   Dim lights ...
O professor de biologia resolve fazer uma prova oral. Chama a aluna: – Existe uma parte do corpo do homem que pode se ...

Pan News Jovem Pan 101.3FM

JOVEM PAN

Mundo Rural

claudio coelho

WHATSAPP MANCHETE

whatsapp

ESTETICA ACADEMIA

estética

Estância Tamarana

estancia tamarana 2015
Pousada Rural
(43) 3398-1681

TWITTER MANCHETE

RSS MANCHETE

rss

PARCEIROS

LINKS :

rigon
anderson lopez
messias mendes

andre almenara folha

edson lima

tabajara

jp

flavio psicologo
antonio marcos

roque
radar maringa
gilmar oséias
BLOG DO CARLÃO MARINGÁ

LUCAS CABRAL
CARLOS OHARA
BLOG LEANDRO OLIVEIRA
BORRAZÓPOLIS NOTÍCIAS
BLOG DO MOCHI
MARINGÁ DA DEPRÊ

BLOG DO ZEQUINHA

FOLHA DE MARINGÁ
FOLHA APUCARANA
FOLHA REGIONAL DE CIANORTE
LAURO BARBOSA
MANDAGUARI ON LINE

BLOG PAIÇANDU AVANTE

PARANA NOTICIAS
PORTAL CGN
BLOG ROBY NEWS
PAICANDU NOTICIAS

BLOG DO MARCINHO PINHEIRO
RADAR DA NOTÍCIA

RUBENS SILVA/MANDAGUARI
PORTAL AGORA

Diversão

DO YOU REMEMBER?
RPM - Alvorada Voraz (1986)   Dim lights ...
O professor de biologia resolve fazer uma prova oral. Chama a aluna: – Existe uma parte do corpo do homem que pode se ...