Menegazzo: “Tenho uma família para alimentar”

Imprimir

O diretor de Mobilidade Urbana da administração Pupin/Barros, Mauro Menegazzo, admitiu nesta noite na ACIM, na reunião em que a prefeitura expôs detalhes das mudanças viárias na avenida Brasil, em Maringá, que é contra o projeto.
Confrontado pelo repórter Agnaldo Vieira, do site Manchete com o documento que assinou há um ano (divulgado no blog do Rigon), manifestando-se contra o binário na Brasil, ele disse que, como cidadão e como maringaense que gosta da cidade, continua contra as mudanças – mas que passou a defender a proposta da administração porque é funcionário de carreira e porque tem “uma família para alimentar” e que está a seis meses da aposentadoria.
Seu depoimento chocou os presentes, que aplaudiram a pergunta do repórter. Para a plateia, ficou claro que alguém manda neste projeto e, por extensão, na Prefeitura de Maringá – e não são os técnicos nem o prefeito Pupin. (inf Angelo Rigon)
Dim lights
Menegazzo foi de uma grande coragem  em sua fala, independente do seu posicionamento favorável ou contrario ao projeto, teve a dignidade e honradez de dizer como funciona o sistema dentro dessa administração.

Última atualização ( Sex, 31 de Janeiro de 2014 08:59 )