Negrão chutou a lata contra prefeito

Imprimir

"...nós fomos eleitos para fazer o trabalho para a comunidade...não fomos eleitos para "ficar "bajulando o prefeito de Maringá não. O prefeito que cuide da nega da mulher dele por lá...aqui quem cuida "é" nós... O prefeito Pupin, vá cumprir as promessas que você prometeu na sua campanha..."
Com esses dizeres o vereador de Maringá, Jones Darc de Jesus (PP), o Negrão Sorriso, esbravejou no plenário da Câmara na sessão desta terça-feira, ao perceber que seu projeto que torna obrigatória a manutenção de aparelho desfibrilador externo automático e de profissional treinado em primeiros socorros em locais e eventos de grande concentração de pessoas, poderia ser rejeitado, segundo o próprio vereador, a pedido do prefeito.
A proposta era incluir o equipamento e o profissional capacitado também em postos de combustível, no entanto, o plenário também aprovou, por 13 votos, emenda supressiva do vereador Humberto Henrique (PT) excluindo os postos de combustíveis do rol de locais que necessitam deste aparato de emergência.

Última atualização ( Ter, 30 de Setembro de 2014 22:04 )