Richa vai cancelar aposentadorias de 4 ex-governadores

Imprimir

O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), irá determinar à Secretaria Es­­tadual de Administração e Previdência o cancelamento das aposentadorias dos ex-governadores concedidas após a promulgação da atual Constituição, em 1988.
O decreto acabando com o benefício deve ser assinado hoje e atingirá quatro ex-dirigentes do estado, três deles adversários políticos de Richa: Roberto Requião (PMDB), Orlando Pessutti (PMDB) e Mário Pereira. O aliado que perderá o benefício é Jaime Lerner.
O corte deve iniciar a partir do mês que vem e gerará uma economia de R$ 99,2 mil por mês, já que cada um dos quatro recebe R$ 24,8 mil. Apesar disso, o benefício pago a ex-governadores e viúvas continuará a ter um custo milionário aos cofres estaduais. Isso porque o corte não atinge os cinco ex-comandantes do Paraná que governaram antes de 1988 e quatro viúvas de ex-governadores.
Os benefícios desse grupo custam R$ 892,8 mil por mês e R$ 2,9 milhões por ano (incluindo o 13.º salário). Arlete Richa, viúva do ex-governador José Richa e mãe de Beto Richa, está na lista dos que não perderam a pensão. (Leia Mais)