Video mostra bombas sendo lançadas no protesto em Maringá

Informa Paulo Vidigal em seu blog que o  4º Ato Pela Redução da Tarifa foi caracterizado por uma maciça participação de movimentos e partidos de esquerda.
Em marcha cerca de 600 manifestantes partiram do DCE numa coluna com as seguintes participações: PSTU, PSOL, PCB , PC do B Juventude do PT , DCE -Movimente-se, MST, ANEL, UJS , UNE, UMES, CSP-Conlutas, Coletivo Feminista Maria Lacerda, comunistas, anarquistas e ativistas independes.
Em marcha e empunhando suas bandeiras gritavam palavras de ordem pela redução da tarifa, contra a aprovação da PEC 37, pelas liberdades democráticas e contra a proibição de que bandeiras fossem levantadas.
Na altura da Av. São Paulo a coluna se juntou à manifestação que minutos antes havia saído do terminal. Enquanto alguns participantes da manifestação maior gritavam “sem partido!” a coluna de esquerda respondia com “sem censura acabou a ditadura!”. Na praça da prefeitura houve enfrentamento. Foram lançadas bombas contra o bloco de esquerda. Ao contrário do que divulgaram alguns meios de imprensa “chapa branca” mesmo sendo alvo das bombas o bloco não se intimidou e não baixou suas bandeiras.
Dim lights