Quinteiro e autoridades maringaenses agilizam situação da 9ª SDP

Imprimir

Em articulação com a secretaria de Justiça do Paraná representada pelo diretor geral Leonildo de Souza Brota e a chefe do sistema integrado de informação Marcilene Zambianco, durante reunião na manhã desta sexta-feira (28) no Fórum de Maringá, o deputado Wilson Quinteiro conseguiu a transferência de 242 presos que se encontram no minipresídio da 9ª Subdivisão da Polícia Civil (SDP) para penitenciárias estaduais.
Atualmente a delegacia não oferece condições seguras para abrigar cerca de 350 presos que lá estão, já sofreu interdição por decisão judicial, pois é destinada exclusivamente a presos provisórios, no entanto cerca de 70% da sua população carcerária é composta por presos com condenações transitadas em julgado.
Segundo o Cel. Antonio Rodrigues do Conseg de Maringá o resultado foi acima do esperado: “É muito difícil tratar deste assunto, a articulação política do deputado Wilson Quinteiro foi primordial para resolver este problema que poderia ter sido um processo muito demorado ” explicou.
Participaram também da reunião representantes da OAB, Ministério Público, universidades, juízes criminais e penais, defensoria pública, o Coronel do 4° Batalhão Antonio Padilha, o delegado chefe da 9ª SDP Osnildo Lemes, agentes penitenciários, e também representantes do executivo e legislativo municipal de Maringá.
Para o deputado Quinteiro a reunião foi muito ampla, pois além de amenizarem a situação da 9ª SDP também definiram a realização de um mutirão com a Defensoria Pública para atualizar os processos dos presidiários. “Este foi um trabalho em conjunto de muitos setores estaduais e municipais em busca de um objetivo comum que é melhorar a situação carcerária de Maringá e região ” disse Quinteiro.