PROS deve ultrapassar 100 vereadores no Paraná

Imprimir

O recém-criado PROS (Partido Republicano da Ordem Social) deve superar a filiação de 100 vereadores nesta semana. A avaliação é da presidente da legenda deputada federal Cida Borghetti. "O ritmo de trabalho de construção da legenda está intenso. Estamos filiando vereadores e lideranças em todas as regiões ", afirma.
O prazo para políticos com mandatos se filiarem à legenda vai até esta quarta-feira (23) e a expectativa é de que novas lideranças entrem no partido. "É a data limite para quem tem mandato se filiar ao PROS como fundador e, assim, não correr risco de perder o mandato", frisa Cida.
Entre os vereadores filiado à legenda estão: Carmen Inocente (Maringa), Tico Kuzman (Curitiba), Miguel Scrobot e Maicon Figueredo (Piraquara), Ângelo Prosdócimo (Almirante Tamandaré), Adelia Souza (Ponta Grossa), Rudinei de Moura e Zé Carlos (Foz do Iguaçu), Walmir Severgnini (Cascavel), João Napoleão (Guarapuava), José Donizeth Martim e Marcos Larussa Gil (Douradina), Maurílio Viana Pereira (Manoel Ribas), Osvaldo dos Santos (Arapongas), Wilson Roberto da Mota (Araucária), Claudemir Zanco, Augustinho Polazzo e Guilherme Silvério (Pato Branco), Julielton dos Paços Rodrigues (Barbosa Ferraz), Adaílson da Costa e José Aparecido da Silva (Cianorte) e Antônio Ricardo dos Santos (Paranaguá).
Na Câmara Federal a legenda conta com 21 deputados federais filiados, é a sétima maior bancada.  A deputada adianta que o PROS planeja disputar uma candidatura majoritária na eleição de 2014 e vai montar chapas próprias nas proporcionais.
O número do PROS é o 90 e a principal proposta do partido é a redução dos impostos. Há também forte preocupação nas áreas de educação, criança, juventude, idosos, meio ambiente, emprego e saúde.