Policia prende assassinos de promotores de feirões em Maringá

Imprimir

Os suspeitos de matarem Jair Pereira da Silva, 38 anos, e Rodrigo Carlos Federhen, 32 anos, foram apresentados pela Polícia Civil.
O casal Andréia Dias e Hermes Montanário morava na casa em que o crime ocorreu na Rua Edson Beller de Oliveira, no Bairro Maria Luiza em Cascavel.
Eles foram presos ainda na madrugada de hoje por amigos das vítimas e policiais civis quando saíam da casa com os corpos dentro do carro de uma das vítimas.
Andréia está grávida de sete meses. Ela tem passagens por estelionato. Já Hermes não tem passagem pela polícia.
Os dois não quiseram falar à imprensa sobre o crime, mas para a polícia contaram os detalhes.
O que motivou as mortes foi um golpe. Eles fingiram comprar a casa de uma das vítimas, chegaram a registrar o negócio em cartório e já estavam até mudando para o imóvel. Para não pagar pela casa, decidiram matar os dois, que provavelmente foram até o sobrado dos suspeitos para assinar a papelada e receber. Andréia está ferida e a polícia acredita que foi durante a reação de uma das vítimas. Ela chegou a ser socorrida na tarde de ontem pelo Siate, mas após fazer um curativo no hospital voltou para casa. Amigos das vítimas estavam na delegacia hoje pela manhã e a polícia teve que providenciar a segurança dos presos, pois a revolta era grande. Jair promovia eventos de feirões de automóveis em Maringá, era mais conhecido com Jair da BV. (inf CGN / Anderson Lopez)