Presidente de cooperativa e mulher são encontrados mortos em prédio de luxo

Imprimir

Os corpos do diretor-presidente da Cooperativa de Cafeicultores da Cidade de Porecatu (Cofercatu), o empresário agrícola José Otaviano de Oliveira Ribeiro, 69 anos, e da mulher dele, a nutricionista Tathiana Name Colado Simão, 35 anos, foram encontrados na manhã desta quarta-feira (24), dentro de um apartamento do edifício Torre de Madri, na Rua João Wyclif, na Gleba Palhano, zona sul de Londrina.
De acordo com a Polícia Militar (PM), a mulher morreu com um tiro na cabeça e o homem, com um tiro no peito. A suspeita é de crime passional. Ainda segundo a PM, quem encontrou os corpos sobre a cama do quarto do casal foi a mãe de Tathiana, que teria chegado ao apartamento nesta manhã.
Como ninguém atendeu à campainha, pediu uma segunda chave ao porteiro. No local do crime, foram encontradas uma faca de cozinha e uma pistola. Peritos do Instituto de Criminalística foram ao local e investigam com ocorreram os assassinatos.
Segundo informações repassadas pela mãe à polícia, o casal morava junto havia poucos meses. Tathiana tinha um filho de outro relacionamento. No entanto, a criança não estava no apartamento no momento das mortes. Vizinhos teriam ouvido uma discussão do casal à noite.
O último contato com familiares teria sido feito por volta das 21h30 de terça-feira (23). Moradores do entorno do prédio contaram terem ouvido os disparos nesta manhã.
No entanto, o perito do Instituto de Criminalística Rafael Greve disse, em entrevista à RPC TV, que a suspeita é de que as mortes teriam ocorrido de madrugada. Não havia marcas de faca nos corpos. (inf Gazeta Maringá)