Flanelinha tem que ser na borracha

Imprimir

O empresário Adriano Gatto se revoltou na noite desta terça-feira ao ter seu carro arrombado por um flanelinha em Maringá. Adriano relatou em seu Face o fato:
"Após a última reunião do dia na cidade de Maringá, tudo ocorria bem até às 21h, quando fomos embora e nos deparamos com a minha camionete arrombada, com os vidros quebrados, pra variar o alarme não funcionou, furtaram tudo que tinha no banco da frente, mas o mais engraçado que no banco de traz, tinha objetos de maior valor e nem olharam, sabe porque? Quando chegamos um flanelinha observou que o meu amigo João Victor Rosada deixou a mochila com todos seus documentos, relógios e algumas roupas, pois não deu tempo de deixar em casa.
No entanto pessoal fica a dica, em Maringá não se tem lei na rua, a lei de quem manda é dos flanelinhas, que muitas vezes nem olham para seu carro, não fazem nada para ajudar, somente cobram.
Acionei a Policia Militar, que chegou rápida, mas pouco podiam os policias fazer. Senhores prefeito e vereadores, uma lei urgente para acabar com os flanelinhas, não podemos mais ter que ter essa inversão onde o ladrão está solto e nós temos que estar presos para ter segurança
..."

Última atualização ( Qua, 19 de Fevereiro de 2014 09:46 )