Gangnam Style chegou à ONU

Imprimir

Em visita à sede das Nações Unidas na terça-feira, em Nova York, o rapper sul-coreano Psy encontrou o compatriota Ban Ki-moon e ensinou alguns passos de seu grande hit para o secretário-geral.
Ban, que no inicio havia declinado o convite para aprender a dança, acabou cedendo ao apelo dos fotógrafos e fez o característico movimento de cavalgar popularizado no clipe da música – que já conta com mais de meio bilhão de visualizações no YouTube.
Em clima descontraído, o secretário-geral disse estar "enciumado" por ter perdido o posto de sul-coreano mais famoso do mundo para o rapper e, mostrando pouco talento para a comédia, elogiou Psy dizendo que ele tem tanta energia “que poderia resolver os problemas energéticos do mundo”. Ban aproveitou para destacar o poder da música em divulgar valores de tolerância e amor e ressaltou o alcance global do rapper, que "não conhece limitações de idioma".
Com um inglês muito mais fluente do que o de seu compatriota, Psy retribuiu a gentileza afirmando que Ban "está no coração de todos os sul-coreanos". "Este é um momento muito mais emocionante do que quando alcancei o número dois na lista da Billboard", disse o rapper. 'U.N. Style' - Ao final da reunião, Ban afirmou que gostaria de poder tocar Gangnam Style durante as negociações tensas na ONU "para que todos começassem a dançar".
O secretário-geral deu até uma sugestão para o próximo sucesso do rapper: U.N. Style (Estilo Nações Unidas). (inf Veja)