Sociedade apresenta proposta para o lixo

Imprimir

reuniao lixo

Foi apresentada formalmente ontem à noite, no auditório da PUC Maringá, a proposta comunitária para a coleta, tratamento e destinação do lixo de Maringá.
O evento contou com a participação de representantes de toda sociedade civil, como o arcebispo dom Anuar, o professor Jorge Villalobos, o advogado Valter Fernandes, o promotor aposentado Manoel Ilecir Heckert e o promotor da Justiça do Trabalho Fábio Alcure.
O projeto, feito a partir de solicitação da administração municipal, foi apresentado de forma simples e bem objetiva , destacando a importância social, ecológica e econômica da reciclagem do lixo coletado na cidade, prática que não acontece, e da viabilidade do projeto já apresentado há anos e sem que o Executivo municipal tenha demonstrado qualquer interesse.
A intenção de privatizar a coleta foi demonstrada pelo professor Jorge Villalobos como economicamente inviável para a cidade; o município deve arrecadar mais de R$ 18 milhões em impostos de coleta e que este valor seria mais que suficiente para o projeto da correta destinação do lixo. O vereador Humberto Henrique (PT) apresentou a atual situação dos equipamentos, que estão sucateados, e a falta quase que total de investimentos no setor. Ao final do evento os participantes concordaram com a fala do ex-promotor Ilecir de que a sociedade precisa ser mobilizada e informada sobre este projeto. (inf blog do Rigon /foto Walter Baptistoni)