Viapar cobra pedágio sem prestar serviço

Imprimir

cratera pr 444 arapongas viapar

Após as chuvas que caíram no mês de janeiro no norte do estado, uma cratera se abriu devido a forte enxurrada na PR-444 em Arapongas. O tráfego desde o dia 12 do mês passado está impedido e não há prazo para a recuperação do estrago e normalização.
Com isso, o trânsito da rodovia está sendo desviado há mais de 40 dias pela BR-369, que passa pelo perímetro urbano de Arapongas. Os motoristas  gastam mais tempo, mais combustível, além da deterioração da malha asfáltica do município, porém quem segue com destino a Rolândia continua pagando o mesmo valor do pedágio na Praça de Arapongas (veículos pequenos R$ 7,50) .
Em um país sério com Governo, este determinaria que enquanto não fosse restabelecido o tráfego no trecho interditado, a empresa no mínimo deveria descontar o valor na taxa do pedágio, pois os usuários não estão a utilizando em sua totalidade, eles têm que desviar pelo Centro de Arapongas e com isso gastam mais tempo e dinheiro.

Última atualização ( Sáb, 20 de Fevereiro de 2016 14:32 )