Prefeitura enrola e não explica valor dos R$ 273 mil de portal

Imprimir

Portal

Destacou em seu blog o jornalista Angelo Rigon que há quase dois meses o vereador Ulisses Maia (PDT) pediu através de requerimento que o prefeito de Maringá Carlos Roberto Pupin (PP) encaminhasse cópias do processo que licitou o novo portal do Parque do Ingá – que custou absurdos R$ 273 mil -, dos projetos arquitetônicos e estruturais, memorial descritivo e dos orçamentos gerais.
A resposta enviada um mês depois, e que chegou às mãos do vereador somente esta semana, é uma admissão de que há mesmo coisa errada naquela licitação. O ofício assinado por Luiz Carlos Manzato, chefe de gabinete de Pupin, enviou ao Legislativo somente o memorial justificativo, em que se fala do portal feito de madeira com a tecnologia madeira laminada colada, mas em nenhuma vírgula aborda a questão do preço que assustou a população. O vereador considerou um desrespeito ao Legislativo e à comunidade o ofício de Manzato, evasivo, sem explicações, e agora só nos resta aguardar o Ministério Público. Tudo indica que esta obra teve superfaturamento.

Última atualização ( Qui, 11 de Fevereiro de 2016 07:44 )