Verri: "Falta gasolina e até produtos de higiene na UEM"

Imprimir

O deputado estadual Enio Verri (PT) criticou nesta terça-feira (28) o governo Beto Richa (PSDB) pelo corte no orçamento da UEM (Universidade Estadual de Maringá).
Em discurso na Assembleia Legislativa (Alep), Verri disse que a instituição está passando por uma grande crise financeira causada pela redução dos investimentos e pediu providências urgentes do governo estadual. O parlamentar destacou a qualidade do ensino e pesquisa na UEM e a importância da universidade para o desenvolvimento social e econômico da região Noroeste.
De acordo com Verri, a instituição é um orgulho para Maringá e região e um modelo para as demais universidades do País. O deputado lamentou o corte no orçamento da UEM feito pelo governo do Estado e se mostrou preocupado com a situação. “A universidade está passando dificuldades enormes. Está faltando gasolina e até produtos de higiene para estudantes, professores, pesquisadores e colaboradores. Estamos falando da melhor universidade do Paraná nos últimos três anos, de acordo com o MEC ”, disse Verri, ressaltando que a UEM é uma das melhores instituições de ensino superior do Brasil e da América Latina.
O parlamentar maringaense, que é professor licenciado do Departamento de Economia da universidade, fez um apelo ao governador Beto Richa e aos secretários da Fazenda e Ciência e Tecnologia do Paraná, Luiz Carlos Hauly e Alípio Leal, para que o problema seja solucionado com urgência.