Carro oficial é usado para registrar propaganda da administração municipal

Imprimir

Por Angelo Rigon;
Cargos de confiança da administração municipal engrossaram o que seria a passeata contra a corrupção, ocorrida nesta manhã em Maringá. “Foi a Passeata dos Fratelli”, comentou um leitor, surpreso com o aparato policial e a forte participação de apaniguados da gestão Silvio Barros (PP), o mais processado de todos os prefeitos de Maringá.
Seu vice, Carlos Roberto Pupin, que esta semana nomeou como secretário um político que já tem até condenação criminal em segunda instância, também estava lá.

Houve distribuição de camisetas e um veículo oficial foi usado para gravar imagens. Alguns dos cabeças da passeata abandonaram o evento pela metade, por causa da chuva fina que caía intermitente.
O mais vergonhoso foi que havia até faixas promovendo a administração municipal (“Maringa: exemplo de administração aberta à sociedade”) – logo ela, a que reúne o maior número de integrantes processados e condenados por improbidade.