Diamond Green Residence sem alvará

Imprimir

" Anunciado há algum tempo em intensa campanha publicitária, que inclui a Globo e a CBN, o  ainda não tem previsão para sair do papel. A Prefeitura de Marialva, onde deve se localizar o loteamento, ainda não emitiu o alvará.
No entanto, material de propaganda da loteadora (uma revista de 28 páginas ilustradas) anuncia vendas através de duas imobiliárias, o que não é permitido enquanto não houver registro no cartório de imóveis e a devida matrícula.
Consultada, uma imobiliária informou que só faz reservas, já que o alvará não saiu. A situação se repete em relação aos outros empreendimentos anunciados no site da empresa – que divulga ter cinco décadas de experiência, embora tenha sido formada em 2005, de acordo com consulta à Receita Federal -, em municípios da região.
Nesta época em que muita gente tem investido economias na área da habitação, leitor sugere que o consumidor fique atento; afinal, sem matrícula nenhum imóvel pode ser comercializado." (Por Angelo Rigon)