Ao vivo, participantes do Big Brother criticam Richa pelo 29 de abril

Imprimir

O governador Beto Richa (PSDB) e o dia 29 de abril foram tema de uma conversa ao vivo no Big Brother 16, da Rede Globo, nesta segunda-feira.
Dois dos moradores da casa do reality show conversaram sobre a repressão aos manifestantes na frente da Assembleia e culparam o governador por omissão ou ação.
Veja a transcrição do diálogo:
ronan ana paula BBB Ronan: Dia 29 de abril eles vacilaram, hein?
Ana Paula: Por quê?
Ronan: Porque eles bateram nos professores…
Ana Paula: Ai… Mas foi por causa do prefeito
Ronan: Prefeito não, governador.
Ana Paula: Ah, é, prefeito não. Você tá certo. Governador. (…)
Ronan: Deixa eu ser bem claro nisso porque o governador é um cara poderoso. A culpa é dele ou porque mandou fazer ou por omissão. Ele não pode dizer que não sabia. Porque se ele não sabia a culpa é dele também.
Ana Paula: O governador não pode se omitir.
Ronan: Sim. Ele é o governador, ele tem que saber das coisas que estão acontecendo. Principalmente…
Ana Paula: Se foi abuso de poder e tudo mais, ele tinha que ir lá e cortar a cabeça.
Ronan: Principalmente relevante como foi. Todos os professores do estado estavam lá. Se ele não sabe o que está acontecendo, ele não se preocupa com eles. Se ele não se preocupa com eles, foi por omissão.
A conversa, transmitida para todo o país, mostra que independente das conclusões a que as autoridades possam chegar, como por exemplo aconteceu com o promotor que fez relatório exaltando a ação da polícia naquele dia, o massacre de 213 professores e manifestantes continuará como uma mancha na carreira do governador. (inf blog Caixa Zero - Rogério Galindo)