Evangélicos protestam nas redes sociais contra “Salve Jorge”

Imprimir

A nova novela das 21h da Rede Globo, "Salve Jorge", mal começou está causando furor na internet - por motivos diferentes de sua antecessora "Avenida Brasil". O burburinho tem sido criado por evangélicos que querem boicotar o folhetim de Gloria Perez.
Para eles, a novela vai adorar um "ogum", o São Jorge - que também é um santo no catolicismo - e, por isso, segregária - ou seja, não respeita a diversidade religiosa. A Rede Globo, no entanto, afirma desde antes de a estreia da novela que "Salve Jorge" fala apenas do mito do guerreiro. Mesmo assim, posts de manifesto que procuram a adesão de pessoas para um boicote à trama crescem nas redes sociais.
Eles afirmam que os evangélicos, que acreditam em Jesus, não devem ligar a TV na emissora no horário. Diversos pôsteres foram criados pelo site exercitouniversal.com.br, formado por fiéis da Universal, do qual o bispo Edir Macedo, da Rede Record, é líder. Eles pregam o boicote à trama.
Protestos se espalham pela internet Em seu blog pessoal, aliás, o bispo afirma que as pessoas não podem aceitar uma produção audiovisual que vá contra a fé delas, referindo-se à novela da Rede Globo. No entanto, ele promove a minissérie de sua emissora, "Rei Davi", cuja reprise se inicia nesta semana na Record. (inf Na TV)