Unidades Básicas estarão vacinando contra A/H1N1

Imprimir

A Secretaria de Saúde de Maringá orienta as pessoas que fazem parte dos grupos com direito à vacina contra a influenza A/H1N1 para procurarem a Unidade Básica de Saúde de referência da região onde moram para a imunização.
Todas as UBS, com exceção à do Olímpico que passa por reformas, estarão vacinando junto com a Sala de Vacina da Secretaria de Saúde, na Zona 7. Os usuários da UBS Olímpico devem procurar a Unidade Básica do Ney Braga, ou aguardar o Dia D de vacinação, em 30 de abril, quando todas as UBS inclusive do Jardim Olímpico, estarão realizando a vacinação.
Pessoas inclusas nos grupos de risco devem procurar a Unidade Básica mais próxima de onde moram para se vacinarem, evitando um grande movimento em apenas alguns locais”, adianta o secretário de Saúde, Ênio Molina.
Serão vacinadas na rede pública todas as crianças com idade entre seis meses e menores de cinco anos, gestantes, mães com filhos de até 45 dias de idade, trabalhadores da saúde, pessoas com 60 anos ou mais, pessoas de 5 a 59 anos e portadoras de doenças crônicas. A meta estipulada pelo Ministério da Saúde para a campanha é imunizar pelo menos 80% de cada... um dos grupos prioritários. Em Maringá devem ser vacinadas 112.688 pessoas. A Campanha de Vacinação tem o objetivo de reduzir internações, complicações e mortes na população alvo para a vacinação no Brasil. A influenza é uma doença respiratória infecciosa de origem viral, que pode levar ao agravamento e ao óbito, especialmente nos indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco para as complicações da infecção, que são os grupos de riscos. A Secretaria de Saúde já vem atuando na prevenção à doença, através de orientação ao público.
Na rede municipal de ensino, onde as orientações de prevenção à influenza e outras doenças transmissíveis já são rotina, foi reforçado o trabalho junto aos alunos e familiares. Uma tenda com profissionais da saúde também está percorrendo os locais de concentração popular para orientar as pessoas sobre as melhores formas de prevenção. A Secretaria de Saúde esclarece ainda que os casos de gripe estão assustando esse ano devido à época que estão ocorrendo, e não se pode falar em epidemia de gripe na cidade. Alerta também sobre a importância da população adotar medidas de prevenção, como cobrir o nariz e boca quando tossir ou espirrar, manter ambientes ventilados, higienizar frequentemente as mãos, e não compartilhar objetos de uso pessoal.