Gazeteiro de O Diario morre de infarto

Imprimir

Funcionário e diretores do jornal O Diário estão de luto neste final de semana com a morte do companheiro de trabalho Valdeir de Oliveira Veiga, o Oliveira, um dos mais antigos gazeteiros da empresa jornalística de Maringá.
Oliveira morreu neste sábado por volta das 16h, quando sofreu um infarto agudo no momento em que ia para seu ponto de venda para vender a edição de domingo do jornal. Depois de passar a manhã vendendo a edição do sábado, ele retornou à tarde ao jornal, esperou sair a edição do domingo e morreu quando chegava ao seu ponto de trabalho.
Ele descia a Avenida 19 de Dezembro em seu carro quando passou mal. Ainda conseguiu parar o veículo, desceu e tentava entrar em um bar para pedir socorro quando caiu. Uma equipe do SAMU foi chamada, mas os socorristas constataram que o ataque foi fulminante.
Oliveira tinha 65 anos e sempre dizia que continuava trabalhando porque gostava e para não enferrujar. Um de seus orgulhos era usar o uniforme de gazeteiro do Diário e ralhava com companheiros que apareciam para trabalhar sem o famoso macacão vermelho. Em sua homenagem, durante o sepultamento, na tarde desde domingo, toda a equipe de gazeteiros compareceu usando o uniforme que Oliveira tanto prezava. (inf Blog Luiz Carvalho/foto Agnaldo Vieira)