Encenação polêmica na Marcha das Vadias assusta os próprios manifestantes

Imprimir

 

Na Marcha das Vadias ocorrida no final de semana, em Copacabana no Rio de Janeiro, diversas encenações ilustraram os apelos feitos pelas feministas.
Uma delas chamou a atenção por seu teor altamente polêmico, pois os envolvidos utilizaram a imagem da Nossa Senhora como objeto sexual.
A cabeça da Santa virou uma espécie de consolo. Em seguida, os manifestantes quebraram as imagens e as cruzes. Por fim, uma manifestante pegou o que sobrava de uma cruz, colocou camisinha em sua base e a enfiou no ânus de seu parceiro de encenação.
Tal ato assustou até mesmo outros manifestantes que não esperavam tanta ousadia.
Uma delas disse que colocaria uma máscara para não ser reconhecida, já que receava represálias no trabalho. (blog Vero foto Lia Ferrero)

Última atualização ( Seg, 29 de Julho de 2013 12:01 )