VIAPAR faz doação de 100 livros à prefeitura de Maringá

Imprimir

Um pedido de casamento virtual está dando o que falar nas redes sociais. A página da prefeitura do Rio de Janeiro no Facebook pediu a da prefeitura de Curitiba em “casamento”.
No dia 18, o pedido foi "oficializado" e outras prefeituras também entraram na brincadeira. De acordo com a assessoria da prefeitura do Rio, o convite surgiu após um post em que a prefeitura de Curitiba dizia "gente, a prefeitura não pode casar, mas isso não quer dizer que não amamos e cuidamos de todos. Obrigado pelo carinho e pedidos de casamento".

A interação deu certo e os usuários da rede social curtiram o convite. Além das duas prefeituras, também algumas empresas e instituições resolveram participar. Uma delas é a Associação Brasileira de Concessionária de Rodovias (ABCR), que aproveitou a oportunidade para desenvolver uma ação “para promover o bem” entre as prefeituras consideradas “madrinhas” de municípios do interior paranaense. São eles: Londrina, Maringá, Cascavel, Irati e Ponta Grossa.
O objetivo é que cinco concessionárias detentoras de lotes do Anel de Integração presenteiem as “madrinhas” com 100 livros cada, para serem doados a escolas. Em Maringá, a concessionária VIAPAR, sediada na cidade, formalizou a entrega de sua cota de 100 livros nesta quinta-feira (2), diretamente ao prefeito Carlos Roberto Pupin, em seu gabinete.
Ficamos satisfeitos por participar desse ‘casamento’ de uma forma tão positiva”, comentou assessor de comunicação da VIAPAR, Marcelo Bulgarelli, , salientando a importância dos livros como fontes de pesquisa e também e para o desenvolvimento do hábito da leitura junto aos alunos. O assessor explica que o “casamento virtual” entre as prefeituras do Rio de Janeiro e Curitiba suscitou a realização de ações diversas, no Brasil inteiro, que vão desde o apoio a entidade assistenciais, a doação de sangue. (foto Ass Com PMM)

Última atualização ( Qui, 02 de Outubro de 2014 23:16 )