Rodovia: Doido atira pedra em veículo de maringaenses

Imprimir

Por volta das 12h do último sábado, um grupo de amigos, empresários de Maringá, saíram de viagem para passar o final de semana na cidade de Porto Rico a 180 km de Maringá e por muito pouco, o que era para ser uma viagem de descanso, quase se transforma em uma tragédia.
O grupo que trafegava em uma camionete Hilux, em média 100 km/h, pela rodovia BR 376, km 112 sentido Maringá/Paranavaí, quando foram surpreendidos e atacados por um andarilho, com uma pedrada no meio do parabrisas.
A pedra de aproximadamente 4 kg estilhaçou e atravessou o parabrisas, atingindo o braço do motorista que poderia ter perdido a direção e invadido a pista em sentido contrário.
A polícia Rodoviária Federal foi acionada, fez a busca e prontamente deteu o andarilho Valdir Bonfim, 47 anos, que não resistiu a abordagem e ao ser revistado, foi apreendido entre seus pertences, um facão novo.
Valdir não soube explicar o motivo do ataque. As vítimas preferiram não registrar boletim de ocorrência, por se tratar de uma pessoa, provavelmente com problemas mentais, em seguida receberam uma declaração da Polícia Rodoviária Federal, que permitiu continuarem a viagem até o local mais próximo para troca do parabrisas enquanto o andarilho foi liberado.

"A famosa frase que “Para Morrer, Basta Estar Vivo” foi sentida na pele pelos ocupantes da camionete que seguiram viagem com a fé renovada e na certeza que somente com muita oração e pedidos de proteção é possível nos livrar dos perigos da estrada ", disse um dos ocupantes do veículo.

Última atualização ( Seg, 17 de Setembro de 2012 20:28 )