PV repudia atitude de vereador

Imprimir

"A secretaria da Mulher do Partido Verde (PV) de Maringá, diante da prisão preventiva do vereador Luizinho Gari (PDT) sob a acusação de violência doméstica contra a ex-esposa, não apenas lamenta o ocorrido como também repudia todo ato de violência física ou emocional contra qualquer pessoa, principalmente as mulheres que há anos lutam por igualdade e direitos.
Os verdes ainda consideram uma afronta às mulheres em geral, em especial a ex-esposa do vereador, que casos como esse sejam recorrentes na nossa sociedade. O ato de Luizinho Gari, em particular, ironicamente aconteceu no mês da mulher, momento em que todos deveriam se unir para combater práticas contra as mulheres. Em pleno século XXI, não podemos permitir que pessoas eleitas para representar a sociedade ajam de forma ilegal e imoral, portanto, o PV Maringá, que o ajudou nas eleições passadas por meio da coligação PV/PDT, tem o direito e o dever de reivindicar a cassação do seu mandato
."

Secretaria da Mulher – Partido Verde de Maringá

Última atualização ( Sáb, 26 de Março de 2016 09:34 )