Greve

Imprimir

A greve dos bancários começou em Maringá e região nesta terça-feira (30), foi o primeiro dia de paralisação nacional da categoria.
Do total de 132 unidades de atendimento bancárias (agências e postos de atendimento) na base do sindicato local (Maringá mais 20 cidades), 111 estiveram totalmente fechadas, totalizando um percentual de 90%. Aproximadamente 1.800 bancários cruzaram os braços por melhores condições de trabalho, fim das metas abusivas e do assédio moral, mais contratações, participação nos lucros condizentes com os ganhos dos bancos, reajuste salarial de 12,5% dentre outros.
Para esta quarta-feira,  o Sindicato buscará o fechamento total de todas as agências bancárias, tornando a greve em Maringá uma das mais coesas e organizadas do Brasil, informou o sindicato dos bancários.