Alvo político?

Consta que o tenente-coronel Ademar Paschoal virou alvo de um político estadual, que estaria articulando sua substituição junto ao comando da Polícia Militar.
Como não se pode reclamar do trabalho realizado por Paschoal desde que assumiu o comando do 4º BPM, em agosto de 2018, especula-se que haveria interesses menos republicanos no projeto de retirá-lo do cargo. (inf Angelo Rigon)


Warning: A non-numeric value encountered in /home/maringamanchete/www/wp-content/themes/Newspaper/includes/wp_booster/td_block.php on line 352