DenúnciaParanáSaúde

Após aglomeração prefeito de Porto Rico atende MP e fecha acessos

Imagens que circulam na internet mostram um final de semana muvucado em Porto Rico, onde muitos maringaenses possuem casas de veraneio.O decreto em vigor naquele município permitiu a reabertura de restaurantes, pousadas e hotéis, com medidas de segurança. O acesso à prainha Santa Rosa, porém, está proibido, por conta de portaria do Ministério do Meio Ambiente sobre unidades de preservação ambiental. Ou seja, podem passear de barco mas não utilizar o local.

Nos vídeos que teriam sido gravados neste sábado, 5, a prainha está literalmente tomada, com jovens bebendo. Acompanha as imagens a seguinte mensagem: “Colegas que trabalham nos Prontos-socorros e Pronto Atendimentos de Maringá e região! Preparem-se para uma “explosão “ dos casos de Covid-19 nas próximas semanas… Vejam como está Porto Rico hoje”.

A Prefeitura de Porto Rico acatou orientação do Ministério Público Estadual e fechou o acesso à avenida Beira-Rio e rampas náuticas. A informação foi publicada  pelo site Tudo Política na manhã deste domingo. A proibição passou a vigorar nesta madrugada, depois das reclamações sobre aglomeração na praia Santa Santa Rosa, no rio Paraná.

Ontem o promotor Adriano Myoshi, da comarca de Loanda, encaminhou ofício pedindo providências ao prefeito de Porto Rico, Evaristo Ghizoni Volpato, “tendo em vista informações da Secretaria Municipal de Saúde, populares e vídeos circulantes que na data de hoje houve e está havendo muita aglomeração” tanto na prainha quanto na avenida Beira Rio e em certos locais na cidade. (inf Angelo Rigon Marigá News)

Mostrar mais

Notícias Relacionadas

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de Anúncios Detectado

Por favor, desative seu bloqueador de anúncios para continuar. Obrigado.