Após derrota de reforma em comissão, Temer diz que vencerá no plenário

0
57

Please enter banners and links.

Após a derrota da reforma trabalhista na Comissão de Assuntos Sociais do Senado, o presidente Michel Temer disse nesta terça-feira (20) que a proposta enviada pelo governo sairá vitoriosa em votação no plenário da Casa.
Em rápida entrevista em Moscou, onde está em viagem oficial, Temer procurou minimizar a derrota sofrida pela base aliada na CAS e afirmou que caberá ao plenário do Senado tomar a decisão final sobre a reforma, um dos principais pontos da agenda legislativa de Temer.
Não é surpresa negativa não, isso é assim mesmo, tem várias fases, várias etapas, e nas etapas você ganha uma, ganha outra, perde outra, o que importa é o plenário. O Brasil vai ganhar no plenário“, disse Temer a jornalistas, garantindo que a medida será aprovada pelo conjunto dos senadores. “Está certíssimo no plenário, o governo vai ganhar no plenário.”
O senador Renan Calheiros (PMDB-AL), líder do partido no Senado, também se manifestou após a votação desta terça-feira. “A rejeição da reforma trabalhista na Comissão de Assuntos Sociais demonstra que o Brasil continua dividido. E o trabalhador não pode pagar a conta da crise“, disse em vídeo publicado em uma rede social.

Comissão rejeitou relatório
Mais cedo, a CAS rejeitou por 10 votos a 9 o parecer do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) que havia sido aprovado anteriormente na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) da Casa. A CAS aprovou um parecer alternativo do senador
Paulo Paim (PT-RS).
A proposta vai agora para a Comissão de Constituição e Justiça do Senado e a decisão final sobre a reforma caberá ao plenário da Casa. Mesmo não interrompendo a tramitação da reforma trabalhista no Senado, a oposição comemorou como uma vitória a rejeição do texto nesta terça-feira. (leia mais no UOL)


Warning: A non-numeric value encountered in /home/maringamanchete/www/wp-content/themes/Newspaper/includes/wp_booster/td_block.php on line 352