Após duas denúncias seguidas vereador fica nervoso durante sessão

0
247
(foto arquivo)

Please enter banners and links.

Bastante inquieto e visivelmente nervoso durante a sessão da câmara desta quinta-feira (25), o vereador Homero Figueiredo Marchese por duas vezes registrou com o intuito de intimidação através de fotos do seu celular a presença dos jornalistas Angelo Rigon e Agnaldo Vieira que acompanhavam a sessão.
Passível de compreensão tão inquietação, devido a Vieira ter denunciado ontem ao Ministério Público o gasto desnecessário de diária e passagem de avião do vereador a capital do estado para assistir uma sessão da comissão de constituição e justiça, sobre um tema que não era mais da alçada do vereador.
Para piorar seu nervosismo, o legislador não parava quieto, o jornalista Angelo Rigon requereu junto a Câmara pedido de esclarecimento sobre a nomeação do assessor Ézio Coelho Ribeirete no gabinete de Figueiredo. O assessor é condenado em segunda instância a devolver ao erário valor recebido indevidamente em ação que figura também como réu o ex-prefeito de Maringá, Jairo Gianotto.
A nomeação infringe integralmente a Lei Municipal da Ficha Limpa, Rigon ainda não obteve a resposta do pedido feito a Câmara, mas o assessor teria pedido exoneração no início da semana.
O pouco de atenção que conseguiu foi somente de um membro do MBL que estava presente a sessão, e passaram boa parte cochichando fora do plenário durante a pauta do dia.


Warning: A non-numeric value encountered in /home/maringamanchete/www/wp-content/themes/Newspaper/includes/wp_booster/td_block.php on line 352