MaringáPolicialRegiãozDestaque

Bailarina de Maringá é encontrada morta em acampamento em Mandaguari

A jovem maringaense Maria Glória Poltronieri Borges, de 25 anos, foi encontrada morta no início da tarde de domingo (26) em uma propriedade particular que fica às margens da rodovia PR-444 em Mandaguari.
De acordo com informações, a própria mãe e a irmã de Maria encontraram o corpo da jovem em uma cachoeira.
O corpo apresentava sinais de violência sexual. Maria Glória foi morta por estrangulamento. A reportagem apurou que a jovem saiu de Maringá para passar o fim de semana acampada com um grupo de amigos.
Maria teria feito um convite para que a mãe e irmã fossem almoçar no domingo.
Ao chegar na propriedade, a família ligava para o aparelho celular que dava somente desligado. A dona do local disse que não havia visto Maria Glória. A irmã, que já conhece o lugar, foi fazer uma trilha em busca de localizá-la. No trajeto Maria Glória foi encontrada próximo de uma cachoeira.
Autoridades policiais de Maringá foram acionadas juntamente com perito e Instituto Médico Legal. O corpo de Maria Glória foi encaminhado após uma perícia que foi feita superficialmente. Um médico legista fará o exame cadavérico para descobrir se realmente a jovem foi abusada sexualmente pelo assassino.
Maria Glória é filha de Daisa Poltronieri e Maurício Borges. A mãe da vítima é proprietária de uma academia de ballet em Maringá. A jovem é natural de Maringá e atuava profissionalmente na dança desde 2008 onde ingressou na Cia Pavilhão D (São Paulo) e ministrava aulas de Ballet Clássico na Academia Daisa Poltronieri. (inf André Almenara)

Mostrar mais

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de Anúncios Detectado

Por favor, desative seu bloqueador de anúncios para continuar. Obrigado.