Carro parado durante a pandemia? Confira seis cuidados com seu veículo

Professor do Senai no Paraná oferece dicas de cuidados com a tintura, pneus, freio e bateria para as pessoas que estão praticando isolamento social

Se você tem carro e está praticando o isolamento social, trabalhando de casa sem utilizar seu veículo com frequência, saiba que carros parados exigem certos cuidados. “Veículos parados sofrem os efeitos da falta de uso. Então, para o retorno das atividades, é necessário que sejam tomados alguns cuidados para conservar o bom funcionamento dos carros”, explica o professor do curso técnico em Manutenção Automotiva do Senai e especialista em engenharia automotiva, Adilson Aparecido Torquetto.

Confira as dicas do especialista:
Aproveite seu tempo livre para fazer uma boa limpeza e higienização, retirando impurezas e pó que seu carro possa acumular. É importante lembrar que a limpeza deve ser feita com produtos específicos para higienização automotiva. Invista em um odorizante e mantenha as janelas fechadas, evitando a entrada de sujeira suspensa no ar. Se for cobrir o veículo com capas para evitar poeira, cubra o carro seco, evitando manchas na pintura.
Dica de ouro: Antes de fechar o veículo, ligue o motor e o ar-condicionado quente em temperatura máxima por cinco minutos. Isso diminui a umidade do sistema de ar-condicionado e evita criação de fungos.
Deixe o freio de mão solto para evitar o travamento das lonas e pastilhas. Apoie as rodas do veículo com algum tipo de suporte, evitando seu movimento involuntário.
Em relação aos pneus, calibre-os com a pressão máxima recomendada no manual do proprietário. É importante movimentar o veículo a cada 20 dias, para que o contato do pneu com o solo mude de posição, evitando, assim, sua deformação. Se possível, dê uma volta no bairro.
Se precisar abastecer seu veículo, procure usar gasolina ou álcool aditivados. Estes têm degradação mais lenta e o veículo pode ficar até seis meses com o combustível no tanque sem perder a qualidade.
O óleo lubrificante costuma ter validade de 10.000 quilômetros rodados ou 12 meses. Observe a data em que foi feita a última troca e, caso a validade seja atingida no período da pandemia, efetue a troca do óleo assim que o isolamento social não for mais recomendado.
A bateria de chumbo ácido utilizada nos veículos pode suportar um período de aproximadamente 20 dias sem que o veículo seja ligado. O desligamento total da bateria pode desconfigurar o funcionamento de componentes elétricos. Por isso, caso seu carro fique parado por um período maior que 20 dias, é aconselhável ligá-lo e deixá-lo funcionando até que o eletroventilador do radiador ligar por duas vezes. Atenção: isso não pode ser feito em um ambiente fechado. A outra sugestão é dar uma volta no bairro para ativar a bateria.

E a minha revisão?
Se seu veículo é novo e ainda está na garantia, vários fabricantes já anunciaram mudanças na tolerância das revisões e garantias de seus veículos devido à pandemia. Para evitar problemas futuros, vale entrar em contato com o serviço de atendimento ao consumidor (SAC) do fabricante do seu veículo.

Sou motorista de aplicativo, quais cuidados devo tomar?
“A manutenção preventiva em dia significa maior vida útil e bom funcionamento do veículo, aumentando a segurança do motorista e do passageiro. Além disso, evita problemas futuros como altos gastos com a manutenção corretiva”, explica Adilson. No momento atual, além dos cuidados rotineiros com pneus, fluídos e combustível, somam-se cuidados com a higiene. Além do uso de máscaras, Adilson recomenda que, todos os dias, os motoristas higienizem seus carros com álcool em gel ou álcool 70% e um pano macio. Todas as áreas de contato devem ser limpas, como volante, puxadores, botões, etc. Para os estofamentos, o lado verde da esponja de cozinha e um sabão neutro podem ser utilizados.

Curso técnico no Senai
O Senai está com vagas abertas para cursos técnicos em diversas áreas, como mecânica, eletrônica, jogos digitais, eletrotécnica, eletromecânica, logística, gestão, informática, entre outras. No total, são mais de 28 unidades do Senai no Paraná que ofertam aproximadamente 4 mil vagas para cursos técnicos no 2° semestre. Informações e matrículas pelo site www.cursocertosenai.com.br ou pelo WhatsApp (41) 98725-4376.


Warning: A non-numeric value encountered in /home/maringamanchete/www/wp-content/themes/Newspaper/includes/wp_booster/td_block.php on line 352