Construtores protestam contra mudanças em programa

0
386

Please enter banners and links.

andre-saulo-sanchesOs construtores de Maringá, Sarandi, Paiçandu, Mandaguaçu e de toda região realizam nesta sexta-feira uma carreata em protesto contra a portaria 160 do Ministério das Cidades e contra a normativa 625 da Caixa Econômica Federal, que inviabilizam a construção das casas dentro do programa “Minha Casa Minha Vida”.
A carreata sairá às 14 horas do antigo Aeroporto Gastão Vidigal e percorrerá vários bairros e centro da cidade.
O objetivo é alertar a população e convocar todos a assinarem um abaixo assinado que está sendo realizado contra as novas medidas adotadas tanto pelo Ministério das Cidades quanto pela Caixa Econômica Federal.
Os construtores afirmam que as novas exigências impossibilitam, por exemplo, a construção de casas geminadas em Maringá, onde este tipo de construção ocorre por meio de condomínios, o que se tornou proibido de acordo com a normativa 625 da Caixa.
Além disso, a portaria 160 do Ministério das Cidades exige que as construções sejam feitas apenas por construtoras com a contratação de engenheiros e pagamento de impostos altos. Os construtores alegam que não têm condições de abrirem empresas e que o pagamento de todos os impostos inviabiliza as construções, já que as casas têm que ter valor máximo de R$ 160 mil em Sarandi e R$ 180 mil em Maringá.
Só em Maringá e região, se as novas exigências continuarem, a estimativa é que mais de 50 mil pessoas ficarão desempregadas. (via Blog do Rigon)

Salvar


Warning: A non-numeric value encountered in /home/maringamanchete/www/wp-content/themes/Newspaper/includes/wp_booster/td_block.php on line 352