JustiçaInternetParanáRegião

Danos morais

Mantida condenação contra site de Mandaguari que divulgou fake news contra primeira-dama da cidade

A 2ª Turma Recursal dos Juizados Especiais do Paraná manteve a condenação de Fernando Damas Paviani, do site Correio de Notícias, de Mandaguari, a indenizar a primeira-dama do município, Vaine Michelan Batista (foto), por dano moral, resultado da divulgação de notícias inverídicas e sensacionalistas. Vaine, que é secretária de Governo, será indenizada em R$ 14 mil.
A decisão mantém sentença de primeira instância, quando o juízo entendeu que o réu utiliza seu veículo de comunicação para divulgar notícias inverídicas, reproduzidas em redes sociais, que denigrem e atingem a imagem da secretária. “O exercício de tal direito não pode ofender direitos da personalidade do indivíduo, como a sua honra e sua moral”, diz trecho da sentença, baseada em sete notícias com informações inverídicas (fake news). A decisão cita que o réu não conseguiu provar nenhuma das supostas notícias.
O juiz-relator, Marcel Luis Hoffmann, considerou que há nos autos provas de que as matérias jornalísticas publicadas pela parte promovida causaram danos de ordem imaterial à autora, a qual teve sua imagem de figura pública abalada. (inf Angelo Rigon)

Mostrar mais

Notícias Relacionadas

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de Anúncios Detectado

Por favor, desative seu bloqueador de anúncios para continuar. Obrigado.