Depois da orientação, 47% dos ambulantes solicitaram licença

Durante a operação de orientação, seis comerciantes irregulares receberam advertência e tiveram produtos recolhidos como: CDs, DVDs, perfumes e vales sorte.
Dos 60 vendedores ambulantes notificados pela Diretoria de Fiscalização, da Secretaria da Fazenda (Sefaz), entre os dias 16 e 31 de julho, 28 já solicitaram o requerimento de licença para comércio ambulante, ou seja, 47% dos notificados. Neste período, equipes da Prefeitura realizaram ação de fiscalização orientativa do comércio ambulante no município. Seis comerciantes irregulares receberam advertência e tiveram produtos recolhidos como: CDs, DVDs, perfumes e vales sorte. A fiscalização de comércio ambulante é diária e segue normalmente nos próximos dias.

A atividade não licenciada envolve riscos à saúde por falta de vigilância sanitária. Em caso de comércio de alimentos, a falta de controle fiscal potencializa a concorrência desleal. Nos últimos dias, vendedores ambulantes foram orientados sobre as exigências para formalizar as vendas, em conformidade com a Lei Municipal 5855/2002. A multa inicial é de R$500 e pode aumentar caso o vendedor seja reincidente.
Para regulamentação, a obtenção da licença deve ser solicitada na Praça de Atendimento da prefeitura (Paço Municipal). O solicitante deve apresentar documentos pessoais, comprovante de residência de Maringá, extrato bancário ou comprovante de aposentadoria. É necessário ser morador da cidade há, no mínimo, um ano, estar desempregado e obedecer a outros fatores que aleguem situação de vulnerabilidade social.