Empaca a ‘árvore’ dos Barros em parceria com a Viapar

0
16

Please enter banners and links.

Conta o jornalista Angelo Rigon que a relação dos Barros com a Viapar não é nova, mas a última parceria – a colocação, em junho passado, de uma “árvore solar”, como aquela prometida na campanha derrotada de Silvio Barros II em 2016 – empacou: a pedagiadora, que serve como vitirne, não consegue “vender” o novo produto da família aos municípios da região de Maringá.
Copiada de uma ideia francesa, assim como a ATI foi clonada da China, a “árvore solar” tem 6 metros de altura e dez placas solares para a captação de energia e serve para carregar telefones celulares, além de wi-fi – isso, aquela coisa com que Silvio Barros II prometeu dotar toda a Maringá lá em 2008 e não cumpriu.
Desde junho, tendo a Viapar como propagandista da ideia “inspirada” na França, o ex-prefeito tenta vender a tal árvore – mas, até agora, longe do sucesso traçado junto com a pedagiadora.


Warning: A non-numeric value encountered in /home/maringamanchete/www/wp-content/themes/Newspaper/includes/wp_booster/td_block.php on line 352