Enfermeira morre atropelada em Maringá

A enfermeira Cristiane Luzia Terezio da Fonseca Dias, de 37 anos, morreu ao dar entrada no pronto socorro do Hospital Bom Samaritano de Maringá. Cristiane sofreu um acidente na manhã desta sexta-feira (23) na Avenida Rio Branco esquina com Rua Santa Joaquina de Vedruna, na Zona 5.


A enfermeira estava em cima do canteiro se preparando para atravessar na faixa de pedestre quando um automóvel GM Corsa atropelou e arremessou o corpo da vítima contra uma caminhonete Pajero que estava do outro lado da avenida. O Corsa chegou a colidir também contra a caminhonete.
A enfermeira Cristiane sofreu sérias lesões em crânio ficando desacordada. Um socorrista e médico da Unimed que voltava de uma ocorrência se depararam com o acidente e prestaram os primeiros atendimentos até a chegada do Siate e Samu.
Foi preciso intubar a enfermeira já que havia exposição de massa encefálica no local. A vítima recebeu todos os procedimentos médicos ainda na ambulância do Samu para depois ser encaminhada ao hospital.
Após ser estabilizada, Cristiane foi levada ao hospital onde sofreu várias paradas cardíacas e infelizmente não sobreviveu. O motorista do Corsa, Vinicius de Maria e Silva, 35 anos, foi
detido por policiais militares e encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil de Maringá.
Segundo o motorista, ele perdeu o controle do veículo quando havia acabado de realizar a rotatória para acessar a Avenida Rio Branco.


Cristiane Dias iria começar a trabalhar no Hospital Santa Rita na ala SUS na próxima segunda-feira. A enfermeira fez o exame admissional ontem (22). (inf/foto André Almenara)