Entidades divulgam nota de apoio a jornalistas de Maringá ofendidos por vereador do PV e do MBL

0
13

Please enter banners and links.

Via Blog do Rigon: Em nota divulgada nesta noite, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Norte do Paraná e a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) tornaram público o apoio e solidariedade aos jornalistas Pauline Almeida e Luiz Fernando Cardoso, de O Diário do Norte do Paraná, os mais recentes alvos do vereador Homero Figueiredo Marchese, do Partido Verde. O vereador, ligado ao MBL, já brigou com praticamente todos os veículos de comunicação e comunicadores de Maringá, por não admitir ser criticado. Confira a nota:

“EM DEFESA DE PAULINE ALMEIDA,
EM DEFESA DE LUIZ FERNANDO CARDOSO,
EM DEFESA DOS JORNALISTAS DE MARINGÁ.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Norte do Paraná e a Fenaj — Federação Nacional dos Jornalistas — manifestam publicamente apoio e solidariedade aos jornalistas Pauline Almeida e Luiz Fernando Cardoso, do jornal O Diário de Maringá, que sofreram ofensas e tentativa de intimidação por parte do vereador Homero Figueiredo Marchese (PV/Maringá), no dia 13 de setembro de 2017, em sua página numa rede social (facebook).
O Sindicato e a Federação repudiam a atitude do vereador Homero Figueiredo Marchese que desferiu comentários ofensivos questionando a imparcialidade dos profissionais e o trabalho jornalístico que desenvolvem no Diário.
Não é a primeira vez que o vereador pratica esse tipo de intimidação. Homero Figueiredo Marchese tem se pautado por críticas ao comportamento da imprensa quando se sente contrariado. Exemplos relevantes são os processos contra a rádio Jovem Pan e Ângelo Rigon, reconhecido jornalista da cidade com quarenta anos de exercício profissional.
O Sindicato e a Fenaj reiteram que esse tipo de tentativa de intimidação a jornalistas (amparados em seu trabalho por normas do próprio Código de Ética da categoria) desrespeita os princípios constitucionais que garantem o direito de todos os profissionais ao livre exercício da profissão de jornalista e o direito à liberdade de expressão. Essa atitude do vereador de Maringá tem semelhanças com situações ocorridas em Londrina e configura uma ação política orquestrada e caracterizada como tentativa de impedir o direito de cada cidadão Brasileiro à informação. Trata-se de forma de intimidação para promover censura e tentar impedir a imprensa (jornal e jornalistas) de cumprir seu papel.

Maringá, 14 de setembro de 2017.

Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Norte do Paraná
Fenaj — Federação Nacional dos Jornalistas”


Warning: A non-numeric value encountered in /home/maringamanchete/www/wp-content/themes/Newspaper/includes/wp_booster/td_block.php on line 352