Envolvidos em fraude milionária, empresários e ex-funcionário da Copel são alvos de operação do Nurce

0
166

Please enter banners and links.

Sete empresários e um ex-funcionário da Copel são alvos de uma operação deflagrada nesta segunda-feira (5) pelo Nurce (Núcleo de Repressão a Crimes Econômicos), unidade da Polícia Civil do Paraná. Eles são suspeitos de envolvimento numa fraude de R$ 7 milhões.

A operação batizada como “Curto Circuito” cumpre 10 mandados judiciais, sendo três de prisão, dois de busca e apreensão e outros cinco de condução coercitiva – quando o investigado é levado para depor na delegacia. Entre os alvos de prisão estão dois empresários e o ex-funcionário da estatal.
A ação policial acontece nas cidades de Cascavel, Laranjeiras do Sul e Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, e conta com 28 policiais do Nurce, Nuciber (Núcleo de Combate aos Cibercrimes) e das subdivisões das duas cidades do interior.
A investigação, que levou um ano, começou após uma auditoria feita pela própria Copel, que identificou diversas irregularidades em contratos da estatal com diversas empresas.
A fraude investigada pelo Nurce tinha participação direta do ex-funcionário da Copel – que era o fiscal dos contratos das empresas com a estatal. De acordo com a investigação, o funcionário aumentava propositadamente os valores a serem pagos as empresas, por intermédio da falsa prestação de informações, fazendo com que elas recebessem um valor maior do que o realmente devido. O prejuízo contabilizado é de R$ 7 milhões.
O Nurce, com apoio do Laboratório de Lavagem de dinheiro da Polícia Civil do Paraná, constatou movimentação de recursos do ex-funcionário da Copel totalmente incompatível com seus vencimentos declarados. Relatório feito pelo Laboratório revela que desde entre 2012 e 2016, o ex-funcionário da Copel recebeu, na conta bancária, vultosas transferências de valores repassadas pelas empresas envolvidas na fraude.
Mais detalhes da operação serão repassados em entrevista coletiva às 10h na sede da 15.ª Subdivisão da Polícia Civil de Cascavel. (inf Carlos Ohara)

Salvar

Salvar


Warning: A non-numeric value encountered in /home/maringamanchete/www/wp-content/themes/Newspaper/includes/wp_booster/td_block.php on line 352