InternetJustiçaMaringá

Ex-secretário é penalizado por ofensas e fake news

Além de ofender o prefeito, candidato à reeleição, Miguel Grillo publicou notícias sabidamente falsas

A campanha eleitoral mostra seu baixo nível em Maringá. O presidente do PSB local, ex-vereador e ex-secretário municipal José Miguel Grillo, deverá retirar ofensas postadas em suas redes sociais contra o prefeito Ulisses Maia, sob pena de multa diária de até R$ 5 mil por postagem. Além de ofender o prefeito, candidato à reeleição, Grillo publicou notícias sabidamente falsas.
A decisão é do juiz Alberto Marques dos Santos, da 192ª Zona Eleitoral, publicada na quarta-feira, atendendo representação feita pelo prefeito e pela coligação Maringá Sempre à Frente. Entendeu-se que o ex-vereador difamou Ulisses Maia, usando palavreado de baixo calão, além de propagar fake news contra o chefe do Executivo. “Trata-se de palavra de baixíssimo calão, que não tem outra função senão ofender. É dado ao cidadão reprovar o gestor e o candidato, mesmo que duramente. Mas a dureza da crítica não pode consubstanciar ofensa pura e simples, reduzindo a civilidade da discussão a um nível assustadoramente baixo”.
“O conteúdo da segunda postagem, pois, é evidente desinformação, a qual deve ser expurgada das redes sociais e qualquer outra forma de mídia, consistindo na mais grave ameaça atual à democracia”, referiu-se ele à notícia mentirosa que citava uma nunca ocorrida prisão. Um terceiro pedido, em relação a um vídeo depreciativo, foi negado pelo juiz eleitoral. (inf Maringá News)

Mostrar mais

Notícias Relacionadas

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de Anúncios Detectado

Por favor, desative seu bloqueador de anúncios para continuar. Obrigado.