Flim recebe mais de 70 mil visitantes e comercializa R$ 300 mil

A Festa Literária Internacional de Maringá (Flim) superou as expectativas ao receber mais de 70 mil visitantes e comercializar R$ 300 mil em publicações. Foram 47 estandes montados na estrutura de 3 mil metros instalada no estacionamento do Estádio Willie Davids. O evento, realizado entre os dias 6 e 10 de novembro, foi organizado pela Prefeitura de Maringá.
Pesquisa realizada pela Secretaria de Cultura durante o evento mostra que 96% dos visitantes aprovaram a feira, 85% consideraram a programação excelente e 94% voltariam na edição de 2020. No ano passado a Flim teve 27 expositores, fluxo de 50 mil visitantes e movimentou R$ 120 mil. Ampliação do espaço e agenda com mais eventos explicam os resultados.
Foram distribuídos R$ 37,6 mil em 4.435 vales-livros para 40 escolas municipais. Alunos mais carentes receberam vales entre R$ 5 e R$ 20 para trocarem por livros na Flim. O vale-livro é uma contrapartida das editoras e lojas que participam com estandes na feira. Além de estimular a leitura, a inciativa também garante a formação de público em futuros eventos literários.

Um evento grandioso, que reafirma a convicção de que cultura é um bem precioso que todos consomem, desde que seja proporcionado ao cidadão eventos bem organizados e pensados para estimular o debate e reflexão“, afirma o prefeito Ulisses Mais, já antecipando que a Festa Literária vai assumir, a cada ano, proporção cada vez maior. “Um caminho natural para esse evento já reconhecido nacionalmente“, acrescenta.
O secretário de Cultura, Miguel Fernando, diz que a festa não apenas foi surpreendente no número de visitantes, mas na movimentação financeira e na diversificada programação. “Mais importante foi promover o debate no campo do livro, leitura, literatura e bibliotecas. Saímos revigorados para pensar na grandiosidade que será a próxima edição“, acrescenta Miguel Fernando.