Cotidiano

Funcionários da Disney na Flórida acusam turistas de ‘tocá-los de forma inapropriada’

Pessoas que interpretam personagens como Mickey Mouse, Minnie Mouse e Pato Donald procuraram autoridades para relatar excessos e abusos cometidos por visitantes. Entrada para carros do Walt Disney World, na Flórida
John Raoux/AP Photo
Funcionários que representam personagens como Mickey Mouse, Minnie Mouse e Pato Donald no Walt Disney World, na Flórida (Estados Unidos), apresentaram queixas à polícia local contra turistas que “os tocaram de maneira inapropriada”, informou a agência Associated Press nesta sexta-feira (27).
Uma mulher que veste a fantasia de Mickey precisou ir ao hospital com problemas no pescoço após uma avó bater cinco vezes na cabeça do personagem. Outros relataram serem molestados por turistas dentro dos parques (veja relatos no fim da reportagem).
As queixas vieram à tona após um homem de 51 anos ser preso em novembro por acusação de assédio sexual. Ele teria apalpado dos seios de uma funcionária que interpretava uma princesa da Disney enquanto tirava uma foto com ela.
A Disney se pronunciou sobre os casos de assédio. “Nós temos diversos recursos para proteger o bem estar de nosso elenco, inclusive autoridades da força de segurança que podem interferir — e estão à disposição para isso —, se necessário”, afirmou a porta-voz Andrea Finger em comunicado.
“Todos devem se sentir seguros no trabalho, e nós encorajamos nosso elenco para denunciar qualquer situação desconfortável”, disse Finger.
Excessos cometidos por turistas
Entrada do parque Magic Kingdom, um dos mais populares do complexo Disney, fechado pela passagem do furacão Irma pela Flórida
AP Photo/John Raoux
Segundo o jornal “Orlando Sentinel”, uma mulher de 36 anos que interpreta Mickey Mouse no parque Magic Kingdom disse a investigadores que uma senhora bateu seis vezes na cabeça do personagem, que escorregou e machucou o pescoço da funcionária.
A vítima disse que não acredita que a visitante a tenha machucado de maneira intencional, e as autoridades locais decidiram investigar o caso na Justiça civil, e não na criminal.
A família da turista que machucou a funcionária da Disney disse que não sabia que ela tinha se ferido e questionou a empresa sobre as normas quanto às interações com os personagens.
Naquele mesmo dia, um homem de 61 anos foi suspensos dos parques da Disney por apalpar os seios de uma funcionária com as roupas de Minnie Mouse — ele era reincidente em “interações inapropriadas com o elenco”, segundo a companhia norte-americana.
Em 3 de dezembro, uma mulher com cerca de 60 anos perguntou se poderia beijar o Pato Donald em um restaurante do Animal Kingdom. A funcionária de 18 anos que interpretava o personagem concordou, mas a situação se agravou quando a senhora começou a agarrar os braços, o peito, a barriga e o rosto da jovem.
Parentes da turista tentaram contê-la. A funcionária não foi adiante com a queixa por acreditar que a mulher tinha deficiências intelectuais.
Mostrar mais

redação

contato (44) 99803-1491 agnaldorvieira@gmail.com

Notícias Relacionadas

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de Anúncios Detectado

Por favor, desative seu bloqueador de anúncios para continuar. Obrigado.