Investigador morto em Paranavaí foi candidato em Maringá

0
109

Please enter banners and links.

Osafá Pereira da Cruz (foto), investigador da Polícia Civil morto ontem à noite na cadeia pública de Paranavaí, trabalhou em Maringá e em 2008 foi candidato a vereador pelo Partido dos Trabalhadores. Natural de Jequié (BA), ele tinha 41 anos e deixa mulher e dois filhos.

Genivaldo Peixoto da Silva, 38, foi conduzido por policiais militares até a delegacia, acusado de violação de domicílio e drogas para consumo. Após ter conversado com o delegado plantonista, Osafá informou ao homem que ele não ficaria preso, por serem delitos de menor potencial ofensivo, mas que deveria assinar um termo de compromisso e comparecimento ao juizado. No início da madrugada os dois foram encontrados mortos no interior da 8ª SDP. Genivaldo, possivelmente surtado, teria tomado a a arma do policial, disparado oito tiros contra ele e depois se matado.

Segundo colegas de Maringá, Osafá Pereira da Cruz “era amigo de todo mundo” e trabalhou muito tempo aqui. Na quinta-feira fez 11 anos que ele era servidor público estadual. O diretório do PT de Maringá divulgou nota lamentando a morte do policial, que foi “militante da Juventude do PT, liderança no movimento estudantil da UEM e companheiro de luta”. (inf Maringá News)


Warning: A non-numeric value encountered in /home/maringamanchete/www/wp-content/themes/Newspaper/includes/wp_booster/td_block.php on line 352