Laudo aponta que não houve estupro

A delegada do Nucria, Karen Friedrich, concedeu entrevista ao repórter André Almenara, sobre as acusações que foram feitas contra professora do CMEI Maria Luiza Sandri Meneguetti, da Zona 7, de um possível estupro contra um aluno. O laudo realizado pelo Instituto Médico Legal de Maringá aponta que não houve estupro.
O Conselho Tutelar de Maringá tinha acionado o Ministério Público após receber denúncias de mães contra professores da creche. Segundo os depoimentos, professoras do Centro Municipal de Educação Infantil teriam abusado de alunos, a maioria na faixa de três anos de idade.
Uma das mães chegou a afirmar que o laudo do IML tinha dado positivo para o estupro, mas delegada desmente.