TrânsitozDestaque

“O remédio foi pior que a doença”

Luiz Carlos Escarante, que é pai de aluno, conversou com a direção do CMEI Alexandre e Sophia Rasgulaeff no Jardim Alvorada em Maringá sobre a possibilidade de se oficiar a Secretaria de Mobilidade Urbana para designar diariamente um agente de trânsito para orientar/multar quem anda desrespeitando o trânsito em frente a instituição de ensino, localizada na Alameda João Paulino Vieira Filho; “estou toda manhã ali e sei o transtorno que é” afirmou.
Conta ele que nesta segunda-feira (26) se fazia presente uma viatura da Guarda Municipal no local, “mas para nossa infelicidade, o agente a estaciona na contramão e, pasmem, nas vagas destinada as vans, como dizia meu saudoso avô: o remédio foi pior que a doença” .
Luiz Carlos sugere que a rua fique com o sentido único, amenizaria os problemas, segundo ele.

Explicado
O secretário municipal de Mobilidade Urbana (Semob), Gilberto Purpur, nos informou que a viatura da Guarda Municipal e consequentemente seus agentes estavam no local para atendimento de uma emergência de furto na escola ocorrida no fim de semana. Um boletim de ocorrência foi emitido e comprova o deslocamento de emergência da GM até o CMEI, solicitado pela diretora. Quanto o fato da viatura estacionar na contramão, Purpur destaca que diante da urgência é correto veículos de emergência utilizarem de tal prerrogativa para agilizar o atendimento.
E quanto a reclamação do leitor Luiz Carlos dos problemas e abusos ocorridos na via, principalmente defronte a escola, o secretário nos adiantou que encaminhará agentes de trânsito para fiscalizarem e se necessário até multar quem pratica infrações e irregularidades.

Mostrar mais

redação

contato (44) 99803-1491 agnaldorvieira@gmail.com

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de Anúncios Detectado

Por favor, desative seu bloqueador de anúncios para continuar. Obrigado.