EconomiaNegócios

Pix entra em funcionamento

Instantâneo, o Pix começou a funcionar nesta semana. Trata-se de um novo meio de pagamento desenvolvido pelo Banco Central que permite transferir, pagar e receber dinheiro 24 horas por dia, sete dias da semana, inclusive nos feriados. Para isso, é preciso usar chaves (cadastradas pelo próprio usuário), QR Code ou dados bancários.
Podem ser cadastrados até cinco chaves por conta conta-corrente pessoa física e até 20 para pessoas jurídicas. As chaves podem ser CPF, CNPJ, número de telefone, e-mail ou aleatória. “Cada chave só pode ser registrada em uma conta-corrente, ou seja, se o associado for titular de duas contas, poderá ter o CPF registrado como chave em apenas uma, o mesmo vale para CNPJ ou qualquer outra”, explica a assessora de meios de pagamento da Sicredi União PR/SP, Vânia Cassamalli.
Ela explica que esse tipo de pagamento é mais rápido e barato, já que é de graça para pessoas físicas e é mais barato do que outros serviços, como DOC (Documento de Ordem de Crédito) e TED (Transferência Eletrônica Disponível) – cada instituição financeira determina o valor do serviço. Todas as operações serão criptografadas, rastreadas e monitoradas 24 horas por dia, seguindo rigorosos protocolos e com um sistema que se comunica diretamente com o Banco Central, para evitar fraudes.
O Sicredi iniciou o cadastro de chaves dos associados no início de outubro no aplicativo disponibilizado para pessoas físicas e jurídicas. Por isso, é preciso ter conta-corrente ou poupança na cooperativa. Até o dia 12 deste mês a Sicredi União PR/SP tinha 41.786 chaves cadastradas de pessoas físicas e jurídicas.
Mesmo com o Pix, os consumidores terão a oportunidade de usar as alternativas tradicionais para movimentação de valores como DOC ou TED. Em caso de dúvidas, basta procurar um gerente.

Mostrar mais

Notícias Relacionadas

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de Anúncios Detectado

Por favor, desative seu bloqueador de anúncios para continuar. Obrigado.