PolicialRegiãozDestaque

Preso tira selfie com dinamite na mão

Uma operação mobilizando grande aparato policial ocorreu na manhã de quarta-feira (16) na Cadeia Pública de Nova Esperança (distante 38km de Maringá), presos tiraram foto com o que seriam explosivos e publicaram em um grupo de whatsapp, com base na foto, foi desencadeada a operação de revista na Cadeia onde foi apreendido 663 gramas de dinamite e 26 gramas de cordel detonante, imediatamente a operação que foi conduzida pelo SOE Maringá – Setor de Operações Especiais do DEPEN – Departamento Penitenciário do Estado – interditaram a ala 01 da cadeia onde se encontravam cerca de 50 presos e foi acionada a equipe especializada de anti-bombas do COE do BOPE – Batalhão de Operações Especiais da Policia Militar de Curitiba – para identificar outros possíveis explosivos na galeria com varredura com cão farejador da RONE do BOPE.

nova esperança preso 1 Preso tira selfie com dinamite na mão

De acordo com o delegado responsável pelas investigações e Chefe da Delegacia Regional de Nova Esperança, Dr Leandro Farnese Teixeira, um homem teria arremessado alguns materiais para o solário da ala 01 da cadeia, e foi necessário acionar o SOE Maringá para que fosse realizada uma revista no interior da Cadeia, segundo o delegado já foi possível identificar dois presos que posaram na foto e que receberam o artefato explosivo.
A operação que mobilizou grande aparato de segurança contou com o apoio dos agentes da 6ª Região do DEPEN, policiais civis e policiais militares da ROTAM do 8º BPM e equipes de Rádio Patrulha da PM de Nova Esperança.
Na operação que se estendeu até uma hora desta quinta-feira (17) foram apreendidos além dos explosivos,  10 aparelhos celulares, 2 brocas, 8 carregadores, 6 baterias de celulares, 3 fones para ouvido, vários estoques improvisados, pedaços de serra e porções de substância características para maconha.

soe cadeia e1502971167754 Preso tira selfie com dinamite na mão

A ação que movimentou vários agentes de segurança com o uso de armamento de grosso calibre como fuzis, frustou o que poderia ser uma fuga em massa, uma vez que na Ala 01 onde foram localizados os explosivos conta atualmente com cerca de 50 presos.
Após varredura das galerias da cadeia pelo esquadrão anti-bombas do COE e revista pelos agentes os presos retornaram as suas celas.
A Cadeia de Nova Esperança conta atualmente com cerca de 120 presos.

Mostrar mais

redação

contato (44) 99803-1491 agnaldorvieira@gmail.com

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de Anúncios Detectado

Por favor, desative seu bloqueador de anúncios para continuar. Obrigado.