Programas policiais podem ter restrição de horário na TV

0
70

Please enter banners and links.

Mais de 21,9 mil pessoas apoiaram, até agora, a proposta de proibir programas policiais (sensacionalistas) de serem exibidos pela televisão aberta entre 6h e 22h. A proposta está no site que recebe ideias legislativas, no Senado, e se eventualmente se transformar em projeto e for aprovada certamente colocaria emissoras de televisão em situação delicada.

A justificativa para o fim desse tipo de programa é de que existe uma grande diversidade de conteúdo que podem ser produzidos pelas empresas midiáticas no entanto, mas existem empresas (principalmente as regionais) que recorrem a programas que espalham notícias violentas sob a pretexto de “informar”. A sugestão é que a proibição deste tipo de informação das 6 as 22 horas.

“A exibição de programas violentos no horário livre faz com que crianças e adolescentes possam assistir acidentes, assassinatos, sangue, perseguições e diversas outras atitudes consideradas proibidas pelo ECA [Estatuto da Criança e do Adolescente]. Além disso existe o discurso especulativo e violento dos apresentadores destes programas e entrevistados que violam a princípio da inocência quando falam para o telespectador o contrário. (inf ECidadania)


Warning: A non-numeric value encountered in /home/maringamanchete/www/wp-content/themes/Newspaper/includes/wp_booster/td_block.php on line 352