Vaquinha na web busca ajudar o Maringá Vôlei

Uma vaquinha na internet pretende ajudar o Maringá Vôlei, que não recebe o repasse do patrocinador, o GenBit, há cerca de três meses. A vaquinha foi ãberta no final da manhã de hoje.
“O Maringá Vôlei, fundado pelo campeão olímpico Ricardinho, se mantém com muito esforço disputando um dos campeonatos mais importantes do mundo, que revela inúmeros jogadores de destaque internacional. Até agora foram 6 temporadas na competição, chegando aos playoffs em 2013/2014, 2014/2015 e 2018/2019”, diz o texto de quem abriu o “Guerreiros do Maringá Vôlei” no site Vakinha, e assinou “Torcida Maringá Vôlei”.
“O Maringá Vôlei precisa de ajuda para se manter na Superliga 2019/2020, já que se encontra em condições financeiras muito complicadas. O único patrocinador, que tem exclusividade para expor a marca dele no time, não repassa os pagamentos há 3 meses. Sem dinheiro, o time não consegue se manter no campeonato e corre o risco de ter que abandonar a Superliga no meio da competição. São mais de 30 famílias com salários atrasados envolvidas diretamente no projeto”, finaliza.
Até há pouco, 23 pessoas haviam ajudado, com um total arrecadado de R$ 3.345,00. A meta, que era de R$ 1,5 milhão, foi atualizada posteriormente para R$ 1,8 milhão. (inf Angelo Rigon)